Páginas

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Iluminação dá o tom em quintal paradisíaco no litoral no Paraná























Início de primavera é sinônimo de temperaturas agradáveis e de dias mais longos. Principalmente para aqueles que moram em casa, a existência de área externa para receber amigos ou curtir com a família faz toda a diferença. É em torno da churrasqueira, piscina ou jardim que se concentram os momentos de descanso e lazer.

Além de paisagismo, móveis e demais elementos, a iluminação representa papel de extrema importância na composição dos ambientes. No caso desta residência em Paranaguá, litoral do Paraná, fica evidente como a área foi valorizada.

De acordo com a lightning designer Eliana Zielonka, proprietária da Klee Iluminação, em Curitiba, a intenção foi transformar a área de deck e piscina em um prolongamento do interior da casa, e que ela oferecesse o mesmo conforto e destaques do ambiente interno.

“Buscou-se dar uma sensação de amplitude, mas também de aconchego. Que não fosse um ambiente árido com muito material de aspecto frio, ao mesmo tempo em que a iluminação valorizasse a presença e volumetria do verde, que confere organicidade ao local”, explica.

Para a arquiteta Carolina Bitencourt Tavares, o espaço ficou cinematográfico, impactante. “Sabemos que os clientes ficaram muito felizes”, comemora. Os efeitos da iluminação foram obtidos por meio de arandelas com facho ótico, balizadores de solo embutidos na lateral da piscina (deck) e espetos na base das árvores, com uma grande variação de graus das lâmpadas de LED.

“Embora aparente ser uma iluminação rica, ela é muito eficiente e econômica em função da ampla utilização de lâmpadas e fitas LED encapsuladas em silicone. Em função desta proteção, elas podem ser perfeitamente usadas em áreas úmidas, como quedas d´agua e degraus”, explica Eliana Zielonka.

Armadilhas

Por mais que pareça ser algo simples, o projeto luminotécnico deve ser feito por profissional experiente. Entre os erros mais comuns estão o uso de lâmpadas coloridas, como o verde, que vulgarizam a iluminação e o ambiente, e o uso de equipamentos que ofuscam ou que atravancam a passagem.

Há também os desafios a serem superados. No caso de obras já existentes, o mais comum é a ausência de pontos de alimentação. Ou então a inexistência de paredes, que exige um excelente dimensionamento da luz a ser colocada. O contrário também ocorre com frequência. É o caso de paredes externas que já sofreram acabamento e o cliente não quer refazê-lo.

Além disso, com o advento do LED, junto veio a desinformação. É muito comum errar a mão, utilizando lâmpadas de baixa qualidade de produto ou de luz, ou então indiscriminadamente, sem critérios técnicos. “O equipamento e projeto adequados promovem de maneira adequada o calor, o jogo de luzes e o destaque pretendido em alguns aspectos, com a sutileza necessária”, conclui a empresária da Klee Iluminação.


Klee Iluminação
Rua Francisco Torres, 35, Centro. Curitiba / PR
41-3095-8088 / www.kleeiluminacao.com.br

Foto: Tatiana Nasser

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.