Páginas

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Iluminação adequada faz a diferença na hora de decorar






















Arquiteta Simone Stolfa fala sobre projeto luminotécnico e a iluminação para cada ambiente



 Na hora de decorar todos os detalhes são importantes e podem valorizar ou não um ambiente. Um bom projeto de iluminação pode transformar espaços, torná-los mais aconchegantes e intimistas, além de enriquecer os elementos utilizados em sua decoração. 
Essa foi a aposta da arquiteta Simone Stolfa, que priorizou o projeto luminotécnico na personalização dos ambientes de acordo com as preferências de seus clientes.

A profissional explica que é necessário pensar na iluminação em geral e não só nos pontos de luz. “Deve-se prestar atenção em detalhes como a escolha correta da lâmpada e a quantidade indicada de luz”, comenta Simone.
Para as cozinhas o ideal é a iluminação difusa, que busca iluminar o ambiente inteiro por igual.  As lâmpadas indicadas são as brancas, uma vez que o espaço necessita de iluminação intensa e clara.
A ousadia é possível quando o ambiente é a sala de jantar. “Pode-se criar uma atmosfera mais romântica, propício para um jantar a dois, ou difusa, indicada para a família toda”, comenta a profissional salientando que o uso de pendentes sobre a mesa de jantar cria um ambiente moderno e auxilia para que toda a mesa receba uma boa iluminação.
Para os quartos, onde a proposta geralmente é a de um local aconchegante é indicado utilizar um medidor de intensidade. “O quarto é um ambiente de relaxamento, mas também pode ser de leitura ou trabalho, portanto os dimmers podem ser utilizados para variar a intensidade. Para a iluminação geral, é recomendável o uso de plafons com lâmpadas incandescentes. Abajures e luminárias com lâmpadas no tom amarelado, ajudam a deixar o ambiente mais intimista”, explica.
Em ambientes integrados, como living e salas de jantar, o interessante é optar por uma mesma linguagem visual, entre as luminárias e a temperatura da cor. Por exemplo, utilizar o mesmo formato de pendentes nos dois ambientes, não necessariamente o mesmo modelo, mas a mesma forma. “A variação entre a luz branca e amarela é aceitável, porém utilize luminárias com a mesma linguagem e aposte na amarela se o objetivo for criar uma atmosfera mais intimista”, finaliza a arquiteta Simone Stolfa.


Sobre Simone Stolfa – A arquiteta Simone Stolfa é referência na arquitetura e no design de interiores no Paraná. Graduada pela Pontifícia Universidade Católica, preza em seus trabalhos de decoração o conforto, a qualidade e a integração dos ambientes. Seus projetos arquitetônicos levam referências internacionais com acompanhamento do que existe de melhor em fornecedores, materiais e vertentes da construção. No que diz respeito a reformas e revitalizações, Simone Stolfa vivencia o sonho e as necessidades de seus clientes, levando em conta o estilo de vida, as tendências e principalmente a praticidade exigida. Já em seus trabalhos de projetos corporativos (empresariais e industriais), busca manter a identidade da corporação, as conveniências dos departamentos, a fim de que o cliente se sobressaia perante seus concorrentes.


Serviço: 
Simone Stolfa – Arquitetura e Design de Interiores
Rua Francisco Juglair, 628 – Sala 501
Ecoville – Curitiba – PR
Telefone: (41) 3524 – 2123


Foto: Diego Pisante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.