Páginas

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Beba sem moderação


O consumo de água no verão evita a desidratação e a incidência de pedra nos rins
           
            Com os termômetros registrando temperaturas cada vez mais altas, não faltam truques para espantar o calor: ventilador, ar condicionado, roupas  e comidinhas leves. Mas, para manter o corpo hidratado, o consumo de água é fundamental. "Normalmente, perdemos uns dois litros de água por dia através do suor, da urina e de outras atividades que mantêm nosso organismo trabalhando. E, como transpiramos mais no verão, esse número é ainda maior durante a estação", explica Flávia Guernieri, engenheira química responsável da Água Mineral Timbu.

            Fraqueza, tontura, dor de cabeça e sonolência podem indicar que o corpo está sofrendo com a falta de água. Para repor o líquido, especialistas recomendam a ingestão de uma média de dois litros de água por dia. Além de hidratar, refrescar e espantar o calor, a água é responsável pelo pleno funcionamento das funções vitais.  "Ela representa de 40 a 80% do peso total de uma pessoa e atua regulando a temperatura corporal, desintoxicando o organismo, auxiliando no transporte e na absorção de nutrientes, além de revitalizar as células. Por isso, é muito importante ter sempre uma garrafa de água ao alcance das mãos", conta Flávia.

            É também no verão que os casos de pedras nos rins se agravam. Um levantamento realizado pelo Centro de Referência da Saúde do Homem, em São Paulo, apontou que os casos de emergência por cálculos nos rins aumentam em até 30% no verão. Isso devido à má alimentação - consumo de sal e proteínas em excesso - e à baixa ingestão de água.

Saúde e beleza
A água traz uma série de benefícios para a saúde e para a beleza. A engenheira química da Água Mineral Timbu listou alguns bons motivos para incluir o consumo do líquido em sua rotina:

- Hidrata o corpo, deixando a pele mais saudável, aumentando sua elasticidade e evitando o ressecamento.

- Facilita a perda de peso, já que favorece a diurese, evita o inchaço, traz a sensação de saciedade, além de ser eficaz na eliminação de toxinas.

- Tem um papel importante para as mulheres na menopausa e na pós-menopausa, período em que estão mais propensas à osteoporose devido às mudanças hormonais e à consequente perda de cálcio.

- Atua no funcionamento adequado de músculos e nervos e proporciona mais energia para o dia a dia.

- Regula a temperatura corporal, importante principalmente durante a prática de exercícios físicos e quando o clima está quente.

- Ingerir dois ou três copos antes das refeições ajuda a controlar o apetite, regular o intestino e também facilita a digestão.

- Melhora o sistema imunológico e a concentração, já que nosso cérebro é em sua maior parte formado por água.

Qualidade da água
Pode não parecer, mas nem toda água é igual. Enriquecida de sais minerais pela própria natureza, a água mineral é captada do subsoloatravés de fontes hidrominerais localizadas em áreas protegidas da poluição ambiental. Já a água potável recebe uma série de tratamentos para ficar isenta de micróbios causadores de doenças e se tornar  adequada para o consumo. "Por ser rica em minerais importantes para a saúde, a água mineral contribui efetivamente para a nossa saúde. A água da Timbu possui características especiais, como o baixo teor de sódio - indicado para pessoas com restrições desse elemento na dieta, como os hipertensos. Também é fonte de cálcio, potássio, magnésio e zinco", explica Flávia.

Com mais de 50 anos de tradição, a Água Mineral Timbu é a primeira empresa de água mineral do Paraná certificada com a ISO 9001:2008, sendo que, no Brasil, apenas sete empresas de água mineral possuem essa certificação. Da sua fonte, localizada em Almirante Tamandaré, a água passa por uma moderna linha de envase, que engarrafa desde copos descartáveis de água até galões. O processo, totalmente automatizado em todas as etapas - lavagem, higienização, envase e carregamento - garante que a água que sai da fonte tenha a mesma qualidade da água que chega nas garrafinhas e galões.

Fonte: Flávia Guernieri, engenheira química responsável da Água Mineral Timbu
Fonte: IEME Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.