Páginas

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

COLUNA KARINA REIS - Você tem fome de que?

     Hoje é segunda-feira, dia internacional do início oficial de algo, muito comum, início de uma nova e milagrosa dieta. O que acontece infelizmente é que normalmente o início se dá pela manhã e sequer, muitas vezes, chega até a noite.
            Estamos na era tecnológica, onde tudo que acontece, se dispara com maior velocidade, onde recebemos informações, conteúdos, conhecimento e estímulos quase que com a velocidade da luz. Distâncias já não mais existem, pois um cabo de conexão a elimina.
             E para se alimentar não é diferente, as comidinhas rápidas, que são vendidas e entregues no mesmo momento, ou com minutos de preparação, contribuem para o aumento crescente e alarmante da obesidade em nosso país.
            Percebo que a ansiedade já é emoção “inerente” as pessoas, e é ela muitas vezes que está na intenção, pressa, e aceite de tamanha desordem gastronômica.
            Percebe-se um movimento, ainda pequeno, de uma nova onda de se alimentar, onde a funcionalidade do alimento vem como um colaborador para a reeducação alimentar. Além dos malefícios que inibem e desordenam a ingestão alimentar.
            Com glúten ou sem, com lactose ou sem, funcional ou não, alimentar-se é nutrir-se para estar saudável, funcionar com energia e disposição, com células orgânicas funcionais e integro fisiologicamente.
            O que mais contribui para o caminho contrário desse conceito são os sentimentos que existem dentro de cada um de nós. Os conceitos e crenças que adquirimos ao longo de nossa vida, os presentes (nem sempre benéficos) que nos damos através de alimentos, a pouca priorização de nossas atividades, e a urgência em sanar tais sentimentos através do preencher que o alimento traz.
            Federico Navarro diz: “Não se pode confundir fome com apetite”. Pois uma trata de uma necessidade de suprir carências orgânicas de nosso sistema, a outra diz sobre sanar sentimentos e vazios existentes e marcados em nosso corpo, oriundo de nossa história emocional.
            Muito mais do que colocar para dentro um monte de produtos que dizem ser bom para isso ou aquilo, ou simplesmente por acreditar que merece – positiva ou negativamente – é necessário ponderar que emoção está tomando conta de si naquele momento. Raiva, angustia, ansiedade, nervoso, pressa, tristeza ou qualquer desses sentimentos que se fazem presente em nosso dia, e que muitas vezes vem da mania, triste mania, de suprir conceitos externos. Tomar conta de si, e sentir a fome do que se tem no momento pode contribuir para que hoje seja o início de um novo ciclo e mais saudável de sua vida.
            Costumo dizer que minha dieta é a dieta do equilíbrio. Afinal sabemos que com tamanha tecnologia, os alimentos também, dentro de toda mistura que isso proporciona, foram recebendo novos e mais gostosos sabores. Infelizmente, muitos deles artificiais. Mas render-se a eles, de forma moderada e sazonalmente, optando por alimentos integrais (frutas, verduras, legumes e proteínas vegetais e animais), pode trazer maior satisfação consigo mesmo, e maior nutrição para aquele que te leva e traz, e permite você realizar seus sonhos: SEU CORPO.
            Devagar, passo a passo, é possível voltar a cuidar de si com mais cuidado, e dispensar alimentos daninhos e com eles, aumento dos sentimentos negativos. Inserir algo novo hoje, e regularmente contribuirá para seu desafio pessoal, que resultará num apoderamento pessoal também. Afinal, se sua fome é por conquistar algo, comece abastecendo seu veículo, com combustível de primeira qualidade, priorizando a si com maior nível de importância, e as coisas com seu valores nivelados e adequados. Coma amor e qualidade e atinja sucesso em todas as áreas de sua vida.

Grande abraço e excelente semana.

Karina Reis
Coach e Desenvolvedora Humana


     
Trainer Comportamental pelo IFT
Hipnose Clinica - Instituto Rogério Castilho
Desenvolvimento Humano (Coaching, Mentoring, Couseling)
Terapeuta em Rebirthing pelo Ibrare
Administração pela UTP, especialista em Gestão de Negócios.
Aromaterapeuta/ Ibra
CertifiedPersonal& Professional e Executive Coaching pelo Behavioral Coaching Institute /USA.
Consultora Comportamento e Etiqueta Pessoal e Profissional – SENAC
Atua há 20 anos no mercado de trabalho, com vasta experiência nas áreas: comercial, financeira e
bancária. (Editel, Polipetro, Santander,Funbep)
Diretora Fundadora e Executiva da Cannoh Coaching (Cannoh Desenvolvimento Pessoal e Profissional
Colunista do Blog Flash Curitiba e Jornal Correio do Paraná– Comportamento Humano
É Membro da Sociedade Brasileira de Coaching.
Psicoterapia Corporal pelo Centro Reichiano (especialização em curso)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.