Páginas

terça-feira, 10 de junho de 2014

Ave Lola traz para Curitiba a exposição “Amazônia Andes: da foz à nascente, do Atlântico ao Pacífico”




A mostra, que já passou por Manaus e Lima, no Peru, fica em cartaz na capital paranaense durante a Copa do Mundo


O Espaço de Criação curitibano Ave Lola, traz para Curitiba, de 12/6 a 13/7, a exposição do fotógrafo e documentarista José Tezza, “Amazônia Andes: da foz à nascente, do Atlântico ao Pacífico”. Durante este período, estarão expostas 23 obras, além do livro, de mesmo nome, composto por 180 páginas e 122 imagens e texto, produzidos por João Tezza e Jamilsa Melo. Curitiba será a terceira cidade a receber a mostra, que foi lançada em Manaus e esteve também em Lima, no Peru. Na ocasião do lançamento, no dia 12 de junho, o autor das obras estará presente. A entrada é gratuita.
A exposição Amazônia Andes, produzida pelo Ave Lola, é o resultado de anos de estudos e um relato da viagem realizada por Tezza, durante o fim de 2012 e o início de 2013. As imagens retratam rios, florestas, a fauna e a flora que permeiam a rotina e a vida do homem. De acordo com o fotógrafo, a inspiração partiu da natureza e da cultura de cada local. “Essa é uma produção muito especial. Os registros foram feitos com um olhar livre, mas a obra possui formato, direção e produção”, destaca o artista.
“Amazônia Andes: da foz à nascente, do Atlântico ao Pacífico”, será lançada na próxima semana, no dia em que inicia a Copa do Mundo (12). O evento estará aberto ao público de terça-feira a domingo, das 14h às 20h. Os interessados poderão conferir a relação entre os dois espaços retratados na obra, que nunca estiveram tão próximos quanto no relato de José Tezza. As imagens são capazes de exprimir as semelhanças ocultas e a particularidades entre os locais.
José Tezza - é acriano e viveu sua infância na Amazônia. A primeira vez que vislumbrou os Andes foi aos 16 anos, quando viajou de carona do sul do Chile até Rio Branco, passando pelo Deserto de Atacama (Chile), Salar de Uyuni (Bolívia) e Machu Picchu (Peru). Nessa viagem documentou paisagens tão distintas quanto complementares e significativas para sua formação na fotografia. Ainda no início dos anos 1990, realizou o primeiro trabalho com comunidades tradicionais, com o documentário fotográfico da implantação do uso do couro vegetal da Amazônia em comunidades ribeirinhas do Rio Tejo. Nesse mesmo período cruzou novamente a América do Sul, partindo de Rio Branco e chegando a Torres del Paine, extremo sul do Chile, para mais uma expedição fotográfica.
Ave Lola – Espaço de criação onde os artistas sonham e trabalham em equipe. O Ave Lola atua com equipe multidisciplinar e é formada por profissionais das áreas de teatro, audiovisual e música. Localizado há três anos no Centro Histórico de Curitiba, o espaço é composto por sala de espetáculo, exposições e oficinas. O Ave Lola também promove diálogos com companhias de diversas partes do Brasil e alguns países.
Acolhimento do público – A Ave Lola presa por um acolhimento especial e acredita que a experiência estética deve ser acompanhada da possibilidade de troca e espaço para o encontro, para isso, oferecerá ao longo do período da exposição cafezinho, pão de queijo entre outros quitutes no seu lindo jardim, que estará aberto a partir das 14h às 20h. A intenção é promover a interação entre os presentes, além de oportunizar a degustação de cardápio e uma bebida especial, pensada exclusivamente para cada evento.
SERVIÇO:
Exposição: Amazônia Andes, da foz à nascente, do Atlântico ao Pacífico
·         Período: 12/6 a 13/7, de terça-feira a domingo;
·         Horário:14h às 20h;
·         Preço: gratuito.
·         Local: Ave Lola Espaço de Criação – Rua Portugal, 339 – Bairro São Francisco

Fonte: Lide Multimidia
Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.