Páginas

sexta-feira, 16 de maio de 2014

G3R4ÇÃO BR4S1L une pólos de tecnologia: Califórnia e o Recife


Juliana Martins




Na Califórnia, o Vale do Silício. No Recife, o Porto Digital. Dois pólos de tecnologia que tem algo em comum: as gravações de ‘G3R4ÇÃO BR4S1L’. Durante os meses de fevereiro e março, a equipe de produção, elenco e direção da novela viajou para ambos os locais para dar vida aos personagens da história de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira. No total, cerca de 150 pessoas formam a equipe da próxima novela das sete, que segue sendo gravada no Rio de Janeiro. “A novela tem núcleos nos EUA, Califórnia; Rio de Janeiro; e Recife. Curiosamente três cidades de porto, que tem mar, um astral gostoso e leve”, define a diretora de núcleo Denise Saraceni.

O berço da tecnologia: Califórnia

No dia 03 de março, cerca de trinta pessoas rumaram para a Califórnia a fim de iniciar as gravações da novela e começar a contar a história da família Parker-Marra. Por lá ficaram até o dia 22 de março. No elenco, Murilo Benício, Cláudia Abreu, Luis Carlos Miele, Isabelle Drummond, Luis Miranda, Lázaro Ramos, Rodrigo Pandolfo, Chandelly Braz, Samuel Vieira e Débora Nascimento. A equipe gravou em São Francisco – cenas na Ponte Golden Gate, Golden Gate Park, Academy of Science, dentre outros cenários – e nas cidades de Monterey – autódromo Laguna Seca –, Carmel e na região de Big Sur.

Durante as gravações foram usados carros de última geração, skates elétricos, bicicletas elétricas, drones e outros gadgets que compunham o cenário da trama. Tudo para dar o ar contemporâneo e despojado às cenas gravadas no local, que incluíram uma corrida de carros super velozes, as primeiras imagens da empresa de Jonas (Murilo Benício) e do instituto de Brian (Lázaro Ramos), as mansões de Jack (Luis Carlos Mirele) e da família Parker-Marra, e a renovação de votos de casamento de Jonas e Pamela (Cláudia Abreu). A diretora-geral Maria de Médicis reforça a importância de começar as gravações deste núcleo na Califórnia: “Conseguimos estabelecer de onde o núcleo dos Marra vem. Só poderíamos começar na Califórnia, porque essa família é de lá, é americana. Isso é importantíssimo até para os atores e foi fundamental para a trama”.

A terra do maracatu, do frevo e da tecnologia: Recife

Cerca de 60 pessoas da equipe da novela viajou para as gravações em Recife.  Humberto Carrão, Joaquim Lopes, Chandelly Braz, Samuel Vieira, e os estreantes Johny Hoocker e Júlia Konrad gravaram entre os dias 05 e 13 de fevereiro na cidade. Dois caminhões levaram o material de cenografia e arte. A novela passou pelo Porto Digital, referência do mercado de tecnologia brasileiro, pelo Paço do Frevo, pelo Centro Cultural e Centro de Artesanato no Marco Zero, também na Ponte de Ferro sobre o rio Capibaribe e no pitoresco bairro do Poço da Panela em Casa Forte. “É lá que tudo está acontecendo, o pólo da tecnologia é em Recife e tem a mistura do contemporâneo com as raízes do nordeste, o que ajuda a contar a nossa história”, afirma a diretora-geral Natália Grimberg.

Para dar ainda mais veracidade às cenas, todos os figurantes eram moradores locais. A maior sequência gravada na cidade – o festival de tecnologia Recife Online – durou dois dias e reuniu cerca de 270 figurantes no primeiro e 110 no segundo dia. O evento ainda contou com a participação do DJ Dolores e do grupo de Maracatu `Estrela de Ouro de Aliança`. Não só os figurantes, mas os atores do núcleo de Recife são todos nordestinos.

Fonte:   GRPCOM – Grupo Paranaense de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.