Páginas

sábado, 5 de abril de 2014

Festival de Curitiba encerra edição 2014 com público de 230 mil pessoas

Leandro Coletiva


O Festival de Curitiba encerra a 23. ª edição, neste domingo, contabilizando um público de 230 mil pessoas para 400 espetáculos em 65 espaços da cidade.
A Mostra deste ano trouxe 34 montagens. Entre os destaques ficam quatro de textos de Shakespeare - em comemoração aos 450 anos do autor inglês - e a forte presença de companhias estáveis como a Pia Fraus, Armazém e Cia dos Atores, retratando fielmente a atualidade do teatro brasileiro.
"O Festival de Curitiba cumpriu seus objetivos. Envolveu a cidade e refletiu a produção brasileira, servindo referência tanto do ponto de vista de quem faz teatro como de quem assiste", diz o diretor do festival, Leandro Knopfholz.
Além de ser o espelho das artes cênicas brasileiras, a Mostra 2014 teve 3 espetáculos internacionais, sete estreias nacionais e um ensaio aberto. "A presença de espetáculos internacionais será uma tendência crescente para os próximos anos", explica Knopfholz.
O público teve a oportunidade de assistir a 66 espetáculos gratuitos, sendo que, destes, 56 eram de rua. A experiência deve ser repetida e acentuada nas próximas edições do festival, sobretudo com a reedição da Mostra Sesi na Rua, que trouxe grandes companhias para as calçadas de Curitiba, como Galpão e a internacional La Gran Reyneta, que fez a abertura desta edição do evento. "Os espetáculos de rua terão um destaque cada vez maior", afirma Knopfholz.
O Fringe, segundo Knopfholz, ganhou em conteúdo e organização com a consolidação da presença das mostras. Este ano foram 11 mostras especiais, dando um melhor direcionamento temático para o público diante da profusão artística que toma conta da cidade durante o Festival de Curitiba.




Informativo

O Festival de Teatro continua prestando todo o suporte ao tratamento do ator Fagner Zadra, como vem fazendo desde o ocorrido. Reafirma que manterá este apoio até a recuperação completa do artista.

A produção mantém contato direto com a família e a produção de Fagner, acompanhando toda a evolução clínica, que indica um quadro bastante positivo, conforme os boletins mais recentes. 


O Festival informa ainda que iniciou uma perícia na peça decorativa, para identificar as causas do acidente. Até o momento, não tem como apontar com precisão que fatores desencadearam o ocorrido.

Fonte: 23. º Festival de Curitiba

Assessoria de Imprensa 
Foto: Ernesto Vasconcelos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.