Páginas

segunda-feira, 17 de março de 2014

O Argentino e inventivo SPAM está na Mostra 2014




Experimentações eletrônicas

Vem diretamente da Argentina um dos espetáculos mais inventivos da edição deste ano da Mostra do Festival de Curitiba. “Spam” é um espetáculo multimídia, com composições musicais interpretadas ao vivo pelo músico Zpyce, baseadas nas experimentações eletrônicas do artista, e atuação de Rafael Spregelburd, que também assina a concepção cênica e direção da montagem que faz sua estreia no Brasil na Mostra 2014 do Festival de Curitiba.
Com 31 cenas curtas, o monólogo é escrito na forma de uma Sprechoper (ópera falada) e utiliza vários recursos para encenar o risível drama de um homem perdido em uma emaranhada rede cultural. Na peça, um professor universitário se envolve em uma intrincada trama virtual internacional – mal explicada graças aos tradutores do Google – depois de cometer um pequeno crime ao responder um e-mail de spam. Refugiado na Ilha de Malta para escapar das perseguições, assim como Caravaggio em sua vida, ele perde a memória em um acidente e necessita descobrir quem é. Assim, está traçada a sorte do personagem nesta engenhosa coprodução de Spregelburd e Zpyce com o Centro Cultural Teatro Colón de Buenos Aires.
A versão que chega ao Festival de Curitiba estreou em outubro de 2013 na capital argentina. Reconstrução de uma montagem inicial encabeçada por Spregelburd apresentada em Nápoli, na Itália, em junho no ano passado, a versão final do espetáculo levou dois anos para ser concebida e tem como base as hibridações musicais criadas por Zpyce, que traz instrumentos não convencionais para o palco, como elementos industriais e sons produzidos embaixo d’água, por exemplo, para ambientar a trama. O cenário também foi desenvolvido a partir desses instrumentos trazidos à cena.
“Spam” tem um argumento que é fiel à consciência caótica do personagem central. “Ele é apresentado em completa desordem”, revela o diretor e ator. “As 31 cenas do espetáculo são reordenadas por azar a cada apresentação diante do público. Da fragmentação deste relato emocional, desesperado e engraçado, surgem múltiplas leituras que dão a riqueza do texto”, diz.
Para Spregelburd, “Spam” é uma aventura narrativa na qual o espectador entra em um verdadeiro caos de estímulos para chegar a uma versão legível do relato tragicómico. Imprevisível, complexa e surpreendente, o espetáculo causou forte impacto nas plateias argentinas.
No Festival de Curitiba, o espetáculo será apresentado em espanhol, com legendas em português. Para o diretor, esta experiência será interessante. “Como a linguagem é o tema central da montagem, buscamos uma fluidez de línguas e os problemas derivados das traduções. O público, neste sentido, convive não só com uma obra em espanhol com tradução simultânea em português, mas também com o inglês, o napolitano, o chinês, o alemão suíço e até uma língua inventada da antiguidade clássica, o ‘eblaíta’”, explica Spregelburd.
SPAM
FESTIVAL DE TEATRO DE CURITIBA – MOSTRA 2014
Teatro da Reitoria
Dia 30 de março, às 19h; dia 31 de março, às 21h

Ficha técnica:
Spregelburd/Zpyce e Centro Experimental del Teatro Colón de Buenos Aires – Spam (Buenos Aires/ARG)

Idealização, texto e direção geral: Rafael Spregelberd
Idealização, música original e direção musical: Zypce
Elenco: Rafael Spregelberd e Zypce
Assistente de dramaturgia: Manuela Cherubini
Assistente de direção: Gabriel Guz
Iluminação e cenário: Santiago Badillo
Assistente de som: Pablo Cerone
Cenografia: Escudero’s
Programas: Alessandro Sordi
Vídeos: Alessandro Olla, Alejo Varisto, Alejo Moguillansky
Ilustrações em vídeo: Valentina Olla
Tipografias eblaítas: Eduardo del Estal
Atores em vídeo e vozes: Elisa Carricajo, Manolo Muoio, Patrizia Frencio, Pino Frencio, Laura Amalfi, Ian Barnett
Fotografia no Caravaggio chinês: Nicolás Levín
Modelos chineses: An Na, Hsueh Elisa, Hsueh Daniel, Lui Sung
Maquiagem: Georgina Serafini
Figurino: Flor Lista
Realização: Spregelburd/Zpyce e Centro Experimental del Teatro Colón
Duração: 120 minutos

Fonte23. º Festival de Curitiba
Assessoria de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.