Páginas

sexta-feira, 28 de março de 2014

Ler e Pensar comemora 15 anos de contribuição para a educação paranaense




Projeto social da Gazeta do Povo e do Instituto GRCOM ganha nova logomarca e estreia projeto gráfico do Boletim de Leitura Orientada

O projeto de incentivo à leitura Ler e Pensar, desenvolvido pela Gazeta do Povo e o Instituto GRPCOM, do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM) faz 15 anos em 2014 e comemora com novidades. Neste mês, o Boletim de Leitura Orientada (Bolo), material pedagógico dirigido aos professores participantes do programa, circula com novo projeto gráfico, e a logomarca foi renovada. O projeto ainda estreia sua página nas redes sociais.

Ao utilizar o jornal como recurso pedagógico, o Ler e Pensar oferece apoio aos conteúdos escolares, permite que os alunos entendam qual a função da mídia e como o jornalismo é estruturado por diferentes opiniões, e traz a possibilidade de autoria, quando os estudantes criam jornais nas escolas e se expressam por meio da mídia. “Com o uso do jornal em sala de aula, eles passam a ter compreensão daquilo que leem e a participar do mundo à sua volta, com capacidade de desenvolver sua cidadania”, explica Ana Gabriela Simões Borges, gerente do Instituto GRPCOM.

O novo projeto gráfico e a reformulação da logomarca, propostos pela agência The Getz, refletem o amadurecimento do Ler e Pensar. A logomarca está moderna e com traços mais fortes. “Sentimos que já era momento de inovar e de, sobretudo, trazer à tona características que ilustram muito bem o projeto hoje: amadurecimento, inovação e alegria. Por isso, fizemos uma releitura da logomarca anterior – cujos traços, aliás, foram desenhados pelo Ziraldo”, destaca Fernanda Cotrim, que está à frente do projeto Ler e Pensar no Instituto GRPCOM.

Para aumentar ainda mais a interatividade com o público do Ler e Pensar, o projeto lança uma página no Facebook, que já está no ar no:www.facebook.com/ProjetoLerePensar. O objetivo da página, segundo Fernanda, é se tornar mais um recurso pedagógico para professores e alunos. “Estaremos sempre conectados e atualizados com dicas de uso do jornal da semana, novidades, debates, fotos, produções de alunos e professores, fóruns, enquetes”, explica. Além do novo canal, o sitewww.lerepensar.org.br traz todas as informações institucionais e últimas notícias relacionadas ao programa.

Fazendo a diferença
Os resultados do programa dirigido a alunos do Ensino Fundamental e Médio de escolas e instituições públicas e particulares do Paraná comprovam a força e o impacto que o Ler e Pensar traz à educação. Ao longo desses 15 anos, foram cerca de um milhão de alunos, professores e pessoas na comunidade beneficiados, 60 municípios engajados, com Secretarias Municipais e Estadual de Educação comprometidas, além de mais de 30 empresas investidoras e preocupadas com a educação.

A jornalista Marleth Silva, uma das idealizadoras, lembra que quando o projeto foi criado, modelos que já existiam no Brasil foram consultados. “Alguns foram encerrados e recomeçaram, outros mudaram totalmente, mas o nosso só cresceu e foi aperfeiçoado, o que fez ganhar ainda mais força. Desde o primeiro momento o projeto teve uma aceitação muito grande entre os profissionais da educação”, conta.

Ao longo dos anos, o Ler e Pensar promoveu diversas histórias de transformação. Para Luciane Xavier de Jesus, diretora da Escola Municipal Elza Lerner, em Curitiba, o trabalho com o jornal desperta a atenção dos alunos, expande seus conhecimentos e enriquece as aulas. “Ao passar pelas salas de aula vemos alunos concentrados e participativos. Isso mostra que o projeto está desenvolvendo leitores críticos do mundo”, avalia. A experiência com o projeto também traz benefícios às famílias. “Faço a leitura do jornal com a minha filha para incentivar seu interesse pela leitura. Essa atividade ajuda a melhorar o vocabulário de todos”, conta Dircélia Carneiro, uma das mães de aluno da Escola Municipal de Guararema, em Castro.

Sobre o Ler e Pensar
O projeto Ler e Pensar é desenvolvido pelo Instituto GRPCOM desde 1999 em parceria com a Gazeta do Povo. Exemplo de um projeto bem sucedido e referência no Programa de Jornal e Educação para a ANJ (Associação Nacional de Jornais), atualmente está presente em 60 municípios paranaenses, beneficiando 520 escolas e mais de 3 mil professores e 105 mil alunos. Hoje, o projeto é patrocinado pela Associação Comercial do Paraná (ACP), Instituto HSBC Solidariedade e SESI. Além disso, conta com mais de 20 padrinhos sociais, o que permite que as escolas recebam os jornais diariamente. O Ler e Pensar também oferece assessoria pedagógica aos professores participantes, por meio de programa de formação continuada com certificação, atividades pedagógicas, eventos culturais e materiais didáticos.

Fonte: GRPCOM
Grupo Paranaense de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.