Páginas

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

E ai, Pirou?





Escrito por Regiana Antonini, "Pirou?" é uma COMÉDIA que retrata as mais diferentes paranóias humanas.Através desta lente de aumento chamada TEATRO DE COMÉDIA , a autora traz a tona questões como ciúmes, pânico, hipocondria , complexo de inferioridade, entre outros. Esses temas são abordados em cinco diferentes esquetes que garantem a certeza de boas gargalhadas.A relação entre as esquetes foi concebida pelo talentoso diretor Michel Bercovitch . Para ele, trata-se de um grupo de atores que acaba de saber que não haverá a peça e aí sim resolve " brincar" com essas situações paranóicas .

E o cenário não poderia ser o melhor , onde os atores mais se sentem a vontade: no camarim.Com muitos adereços, uma trilha sonora contundente e a luz sensível de Daniela Sanchez , os atores Monique Alfradique, Joaquim Lopes e Bruno Barros se revezam em inúmeros e hilários personagens.Diversão garantida com muito humor ! Um espetáculo que você precisa assistir e se perguntar ao final ou para seu terapeuta : E aí, já PIROU?

Monique Alfradique:
Iniciou na televisão como paquita no Programa da Xuxa, exibido pela Rede Globo, onde trabalhou de 1999 a 2002.

Depois de fazer participações em Malhação e Agora É que São Elas,conseguiu seu primeiro papel de protagonista na novela A Lua Me Disse. Em 2006, Monique foi escalada para viver uma das protagonistas de Malhação, a vilã patricinha Priscila,enquanto fazia a peça A Mentira de Nelson Rodrigues.

Em 2009, participou da minissérie Cinquentinha, aonde viveu Bárbara Romero, neta da personagem de Susana Vieira. Ainda em 2009, participou de Cama de Gato onde viveu a jovem médica Érica Castiglione, neta da personagem de Berta Loran.

Em 2011, interpretou novamente Bárbara Romero na série Lara com Z,uma segunda temporada de Cinquentinha, e esteve em cartaz com a peça Escola de Mulheres de Molière.

Em 2012 , Monique participou da novela das 21h , Fina Estampa e participou do quadro Dança dos Famosos, além de estar em cartaz com o espetáculo " A menina do biquíni vermelho".

 
Joaquim Lopes:
Começou sua  vida artística, realizando 9 espetáculos ao longo de 10 anos de carreira.Viveu o personagem Josué,em"Morde Assopra",da Globo,que começou a trama na pele deu um machista do interior e acabou se apaixonando pelo amigo Áureo (AndréGonçalves).Recentemente apresentou  lado de Danile Suzuki, o  quadro do Domingão do Faustão, "Dança da Galera" e do espetáculo O Grande Amor da Minha Vida de Guel Arraes e João Falcão.
Bruno Barros:
Bruno Barros vive atualmente o divertido e atrapalhado criado Georgitto em "Escola de Mulheres",de Molière,dirigido por Roberto Lage,em cartaz no Teatro Bibi Ferreira,em SãoPaulo.

O jovem ator já participou de alguns espetáculos como "Laços Eternos", de Zíbia Gasparetto,adaptado e dirigido por Annamaria Dias,"Cyrano de Bergerac",de Edmond Rostand,tradução Ferreira Goulart,direção de Renato Carrera,no Teatro Laura Alvim,"Caio a Caju",direção de Ana Abbot,no SescTijuca e" Lembranças de Um Sonho",de Luiz Carlos Maciel,direção de Regiana Antonini, no Teatro Glória,no Rio de Janeiro.Entre outros espetáculos que atuou podemos destacar,também,"Atalho"de Carla Tausz,"O Homem que Era Sábado"de Pedro Brício e "Paixões Urgentes", de Ana Kfouri.Como produtor,Bruno Barros esteve presente em espetáculos como "Quem Matou Maria Helena" de Claudio Simões,com Marcos Holanda e direção de PedroVasconcelos,"Dois Perdidos Numa Noite Suja",de Plínio Marcos, com André Gonçalves e Freddy Ribeiro," Sopros de Vida", de David Hare,com Nathalia Timberg e Rosamaria Murtinho, direção de Naum Alves de Souza,entre outros.

Michel Bercovitch
Diretor:
Começou seus estudos noTablado,em1986,onde atuou em diversas peças.Quatro anos depois esteve matriculado no Programa para estudantes Estrangeiros da Universidade de Tel Aviv,onde fez cursos de teatro e literatura dramática,entre outros.

Como diretor,Michel começou em1994 com Felipe Martins,na
co-direção de "O despertar da Primavera",de Frank Wedekind.

Em 1995 participou do projeto Prática 95,dirigindo diversos espetáculos e recebeu onze indicações ao Prêmio Festival de Teatro do Rio de Janeiro.

No ano seguinte, foi a vez de Michel dirigir e atuar na montagem da peça" Muito barulho por nada" de Shakespeare. Em 1999 dirigiu o espetáculo" O Zelador" , de Harold Pinter, quando foi indicado ao Prêmio Shell de melhor diretor e ganhou oPrêmio Bravo!Na categoria Revelação 99.Em 2002,fundou a Companhia Prática de Teatro.  

Regiana Antonini
Autora:

Em 20 anos de trabalho como autora, já escreveu 48 textos teatrais, sendo que 32 deles foram montados.Entre seus textos estão:"Banheiro Feminino";"Solteira,Casada Viúva,Divorciada";"Doidas e Santas", livremente inspirada no livro de crônicas homônimo de Martha Medeiros.
Com sua peça "Futuro do Pretérito", ganhou o Prêmio Sharp de Melhor Autora.Com o espetáculo "Aonde está Você Agora", que também leva sua assinatura,obteve enorme sucesso de público e crítica durante anos. Além de atuar e dirigir,faz parte do time de roteiristas do programa "ZorraTotal", da TV Globo, sendo autora do bordão " Te conheço?",que tornou conhecida a atriz Maria Clara Gueiros.
Escreveu e dirigiu os infantis "Branca como a Neve"e"Que confusão,hein,seu Bicho Papão?". Dirigiu os espetáculos" Até que asSogras no Separem", "O Terceiro Travesseiro", "Fala Sério, Mãe!", "Lembranças de um Sonho".

Fonte: Twogether Teatro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada,por nos deixar sua opinião.